25 de outubro de 2010

Venha fazer dança de salão

As aulas servem para estimular a percepção espacial, andamento a dança em par, os ritmos que devem se adequar. A diversão é garantia e da melhor forma que é dançando em diferentes ritmos, descontração e se relacionando com outras pessoas. É bom para os tímidos se descolarem ou mesmo para criar mais harmonia e fortalecer a relação dos casais ou duplas, numa aula de salão é importante todos terem seu par, isso implica na possibilidade de um casal se conhecer mais e afinar seus ritmos no casa dos namorados e casados. É bom também pra quem pretende se soltar mais nas festinhas e confraternizações,olha que o fim de ano tá chegando e com ele muitas festa...depois tem carnaval, momentos propícios para a exercício de suas praticas. Por tanto espera por vcs para aprender e principalmente se divertir com a dança de salão.





Aulas de Dança de Salão

Todos os Sábados às 15 horas

http://3.bp.blogspot.com/_BbLt1Uabc5Y/TCEhd0_Ya8I/AAAAAAAAABY/4Xim7rrl1xw/s1600/danca%5B1%5D.jpg

Aulas de Violão

Quartas e Sextas às 16 horas

http://lm.informemusical.com.br/wp-content/uploads/2009/06/violao.jpg

Bazar Ponto de Equilíbrio

Estamos recebendo doações para o Bazar Ponto de Equilíbrio. A idéia é criar um fundo financeiro para apóia as ações da Organização Ponto de Equilíbrio, inicialmente o recurso será destinado para o Projeto de Oficinas de Dança, Teatro e Violão.

Artista de Teresina conclui colaboratório no Rio de Janeiro.


A conclusão do projeto colaboratório que tem parceria do Festival Panorama do Rio de Janeiro, Núcleo do Dirceu e a Organização Ponto de Equilíbrio conclui sua ultima fase entre 24/10 a 14/11 com encontrão com todos artistas selecionados e apresentações do resultados em duas cidades do Rio de Janeiro. Para Valdemar Santos que é um dos participantes do projetos: "Ações como o Colaboratório valoriza os artistas e permitem com que tenhamos um estrutura apropriada para desenvolver nosso trabalho e ainda nos possibilitar apresentar num grande festival de nível internacional no caso PANORAMA DA DANÇA DO RIO DE JANEIRO, um festival que toda dança mundial está voltado, e mostrar nosso trabalho dentro da programação oficial desse festival é sem dúvida uma grande oportunidade de crescimento profissional. Fico ainda mais feliz por saber que passamos por uma seleção com mais 270 artistas do mundo inteiro, foi um processo que vem se desenvolvendo desde abril, por tanto tivemos um tempo bom pra maturar nossas idéias e criar em parceria. Agora poder levar isso para o público representa a coroação e recompensa por tanto trabalho."
Os artistas viajaram dia 23 de outubro pra Miguel Pereira uma cidade do interior do Rio de Janeiro onde ficam por três semanas concluindo seus projetos, e se apresentam lá nos dias 29 e 30 de outubro, em seguida vão para o Rio capital, onde fazem uma ocupação no Teatro Cacilda Becker nos dias 09, 10 e 11 de novembro. O Piauí certamente está de parabéns por está incluso num projeto dessa grandeza que envolveu seis países e seis estados brasileiros e certamente representa um marco na história da dança local. Os artistas selecionados tiveram por sete meses bolsas de estudo e ajuda de custo financiados pela União Européia o que contribuiu muito no desenvolvimento dos processos, dando aos artistas a possibilidade de se dedicarem com mais afinco a sua obra. Valdemar Santos garante que depois da temporada no Rio de Janeiro apresentará para o público de Teresina o resultado de seu trabalho, por tanto em breve teremos como conferir o resultado desse ousado e grandioso projeto. Abaixo cronograma detalhado dos trabalhos.


ENCONTRÃO RIO DE JANEIRO
O Encontrão Rio de Janeiro é a residência final do projeto coLABoratorio,
dividido em duas etapas: a primeira é uma imersão criativa em Miguel Pereira, no
Centro Popular de Conspiração Gargarullo; a segunda consiste na ocupação artística do
teatro Cacilda Becker, no Festival Panorama de Dança. O Encontrão Rio de Janeiro
acontece do dia 24 de outubro ao dia 14 de novembro, com a participação de todos os
artistas bolsistas, Rio e Teresina, e a presença de Christophe Wavelet como orientador
convidado.
As etapas que compõem o Encontrão – Rio de Janeiro têm por característica a
imersão criativa. O objetivo da última residência é o (re)encontro de trabalhos,
desenvolvidos ao longo do programa, por artistas que visitaram as duas cidades durante
a produção de seus projetos. A mostra de processos em convivência apresenta trabalhos
atravessados pelo olhar do outro, por cada residência, pela influência múltipla e transdirecional
dos orientadores convidados. Mais do que um resultado, acreditamos que os
encontros se perpetuam num tempo que não se encerra com o programa. A mostra tem
por objetivo o compartilhamento da pesquisa dos processos e o debate sobre as
dificuldades e vantagens da criação em colaboração.

Os processos serão apresentados nas seguintes datas:

>>> CPC GARGARULLO/ MIGUEL PEREIRA:
29 e 30 de outubro – 19h às 22h.

>>> TEATRO CACILDA BECKER/ FESTIVAL PANORAMA DE DANÇA:
09, 10 e 11 de novembro – 15h30 às 17h30/ 19h30 às 21h30/// Processos em
Convivência/ Ensaios Abertos.

PROCESSOS:
 Apud
Joubert Arrais/ Fortaleza – CE

 Banho
Patricia Bárbara/ Rio de Janeiro – RJ.

 É obrigatório a obediência do nº 8
Vandré Vitorino/ Rio de Janeiro – RJ.

 El Burro nuestro de cada día
Ana Cecilia Moreno Morales/ Cochabamba – Bolívia

 Espiral
Clodomir Júnior/ Teresina –PI.

 Estudo sobre o corpo nº 0224
Valdemar dos Santos / Teresina – PI

 "Flavor", em um corpo não codificado.
Cleyde Silva/ Timom - MA

 Homem Coisa Coisa Cubo
Datán Izaká/ Teresina –PI, Jacob Alves/ Picos –PI, e Jazmín Derbas/
Assunção - Paraguai.

 LAButa - um memorial colaborativo (videoperformances)
Joubert Arrais/ Fortaleza – CE

 Mude seu Corpo em 5 Minutos. Porque eu quero ser Linda?
Damares D’Arc/ Manaus – AM.

 Rapsodia para morangos e poemas fálicos
Agnaldo Martins/ Manaus – AM

 Repitologia
Victor D’Olive/ Rio de Janeiro – RJ.

 Sem título (nome provisório)
Juliana França/ Santos – SP, e Leo Nabuco/ São Paulo – SP.

 Tentativas de um relacionamento vulgar
Darwin Elso/ Conceição – Chile

22 de outubro de 2010

Musical Palmares



Release
O Espetáculo Musical Palmares integra dez artistas negros, dentre bailarinos, atores e músicos que já desenvolvem um trabalho artístico de relevância no Estado do Piauí. No roteiro a história do povo negro e sua importância na cultura brasileira contada pelos intérpretes, com música criada especialmente para o trabalho. O Projeto terá estréia no Adro da Igreja São Benedito que é a única Igreja na Região que tem como padroeiro um santo negro e está localizada no centro da Capital do Piauí. Depois o Musical segue para três grandes regiões da cidade, onde promoveremos uma palestra e debate para comunidade escolar de ensino médio seguida de apresentação em praça pública. Assim, “A importância dos negros e das negras na cultura brasileira” é a questão e o tema central do Espetáculo Musical Palmares”.

7 de outubro de 2010

PF DE ARTE, em Elaboração.

PROJETO: PF de arte

PLATAFORMA PARA EXIBIÇÃO DA ARTE PIAUIENSE.

1. APRESENTAÇÃO:

É uma ação da Organização Ponto de Equilíbrio para exibição da arte piauiense na sede da OPEQ que fica localizada no restaurante da ENGERPI/ADH, Av. José dos Santos e Silva 1085, centro de Teresina. A idéia é adequar à estrutura e serviço existentes no espaço e oferecer ao público uma programação cultural diversificada. Será cobrado o valor de oito reais no ingresso que dar direito a um almoço com suco e assistir uma apresentação artística, sendo que a cada edição teremos duas sessões o que dá mais oportunidade de disponibilidade de acesso do público alvo.

2. JUSTIFICATIVA:

A arte no Piauí vem sendo produzida nos últimos anos de forma muito intensa, conquistando destaque fora do Estado, por exemplo, a Cia. Equilíbrio de Dança (PA, CE, RJ, AM, PR) e Grupo Harém de Teatro (SP, RJ, CE, PE, DF), porém ainda é desconhecida pela população do seu próprio Estado. Nos últimos anos a classe artística vem se mobilizando e buscando formas alternativas e coletivas de levar seus trabalhos para um público maior por tanto, a OPEQ em parceria com artísticos locais elaborou um cronograma de apresentação a ser apresentado para o público que freqüenta o restaurante no horário do almoço.
































3.OBJETIVO:

Oferecer ao publico comerciário que almoça no centro, a possibilidade de utilizar seu horário de almoço para assistir uma atração artística genuinamente piauiense (Dança, Teatro, Cinema e Musica). Quebrarmos a rotina dos comerciários de forma original e criativa. Criar espaço adequado para apresentação dos artistas do Piauí.

4. METODOLOGIA DE TRABALHO:

O projeto tem uma edição mensal, que acontecerá numa sexta e as apresentações terão em média meia hora, na programação mesclaremos trabalhos de diferentes estilos e linguagens. As pessoas que precisam ficar pelo centro para almoço terão agora a oportunidade de conhecer e valorizar a cultura local, além também de criar mais um espaço para profissionais do Piauí mostrar suas produções artísticas.

5. ORÇAMENTO:

Valor unitário do ingresso: R$ 8,00 (oito reais)

5 de outubro de 2010

CORPO INCLUSIVO

O "Corpo Inclusivo" é um projeto da Prefeitura de Teresina por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor e tem como principal objetivo oferecer as pessoas com deficiencia um vivencia em arte, por meio da dança, da musica, das artes plásticas e do teatro, uma tentativa de incentivar a inclusão de pessoas com deficiencia na arte, tendo em vista que a arte é sem dúvida um importante veículo inclusão social, troca de informações, luta de classe, etc. A idéia do projeto é oferecer na Casa da Cultura de Teresina aulas permanentes de dança, teatro e artes plásticas, e no Palácio da Musica aulas permanentes de musica, (coral e pífano) ambas voltadas para pessoas com deficiência (visual, auditiva e física). Temos garantido espaço adequado para desenvolvermos as aulas e criações, pois também é objetivo do projeto exibir material desenvolvido durante as aulas e dessa forma prestar contas do projeto de forma criativa e inclusiva. A escolha da casa da cultura e do palácio da musica são também estratégicas pois nesses espaços já são desenvolvidos inúmeras ações sólidas de muito sucesso, por exemplo, o Balé da Cidade de Teresina e a Orquestra de Teresina, o projeto pretende dialogar diretamente com esses grupos e buscar um forma de, em parceria, desenvolver mais ações que possam incluir as pessoas com deficiencia. Esse um trabalho importantíssimo que vem tendo muito destaque nos últimos anos, temos no Brasil inúmeros projetos nesse sentido com importantes resultados. No Piauí são poucas ações que apostam na arte como essa ferramenta, agora como o projeto Corpo Inclusivo temos aqui em Teresina uma referencia nesse sentido, pois a idéia do projeto é ir se fortalecendo e se consolidando com muito trabalho. O importante é que nesse projeto temos a construção de um sonho de igualdade e principalmente de respeito e oportunidades. A arte na história da humanidade sempre foi um potente instrumento de inclusão social, é também local de se levantar questões referentes a vida, sendo principalmente um lugar de lutas e protestos. Buscamos construir um projeto que seja aberto e que saiba trabalhar o coletivo, um projeto que consiga dialogar com os artistas da cidade e que busque parceiros para se fortalecer.

Buscando crescer ainda mais essa ação, os coordenadores do projeto Luis Carlos Vale e Valdemar Santos juntamente com os professores Daniel Moura e Juliana França tiveram um atividade bem especial na Associação dos Cegos do Piauí, onde apresentamos os objetivos do projeto para o público ali presente, cerca de 40 pessoas participaram da ação, ficamos sabendo nessa visita que já foi realizado alí dois projetos desse tipo, um desenvolvido pela UESPI de dança, e outro de Teatro por tanto muitos já se sentem atraídos pela idéia de fazer alguma atividade artística. Construímos um circulo e depois expondo nosso cronograma de atividades, explicando os dias e horários que cada turma funcionará e principalmente convidando as pessoas para se incluírem no projeto. Em seguida estimulamos os presentes a participar de uma atividade corporal, um aquecimento com alguns exercícios de conscientização do corpo, e pra finalizar tivemos uma aula de dança de salão. Foi uma surpresa para todos o resultado dessa ação, que nos mostrou um panorama do potencial artísticos do ser humano, ali podemos ver corpos impressionantemente disponíveis a pratica corporal, pessoas com sensibilidade e ritmo, que tem uma noção incrível de lateralidade e que se deixam contaminar pelo prazer do momento e dos movimentos. Saímos de lá com muitas impressões boas, deu pra perceber o valor e dimensão que o projeto pode alcançar.

(Valdemar Santos, idealizador do projeto)

Serviços:
Projeto Corpo Inclusivo

Aula de Dança de Salão, (Daniel Moura)
Dias e horários: Segunda e quarta 10h. sábado 9h. Aulas permanente, as inscrições poderão ser feitas nos horários das aulas.

Aula de Dança Contemporânea, (Juliana França-SP): Segunda, quarta e sexta 15h. Aulas permanentes, inscrições na hora da aula.

Local: Casa da Cultura, Praça Saraiva, Centro de Teresina. contatos: 8838 5099. 9994 1543.



Coordenação: Valdemar Santos e Luis Carlos Vale.